Maio Amarelo: Mais de 1 milhão de motoristas perderam o prazo do exame toxicológico

Outros 2 milhões de condutores das categorias C, D e E tem última chance de realizar o exame até 30/05

exame toxicologico

O primeiro prazo do escalonamento estabelecido pelo Conselho Nacional de Trânsito (Contran) para os motoristas com habilitação nas categorias C, D ou E realizarem seus exames toxicológicos encerrou no dia 30 de abril. Mais de 1 milhão de condutores, que tinham CNH nas categorias C, D e E com data de vencimento de janeiro a junho, independentemente do ano, deixaram de fazer o toxicológico periódico pendente e começaram a ser notificados e multados em R$ 1.467.35.

O fato deve chamar a atenção para os mais de 2 milhões de motoristas, cujas CNHs tem prazo de validade entre julho e dezembro, de qualquer ano, e que ainda têm uma última oportunidade, até o dia 30 de maio, para realizar o exame, preservar a segurança viária e evitar as penalidades previstas no Código de Trânsito Brasileiro (CTB).

Vale ressaltar que, como informado pela Secretaria Nacional de Trânsito (Senatran), essa multa independe de fiscalização na pista. A infração consiste em deixar de fazer o toxicológico periódico pendente no prazo, sendo identificada e sua multa gerada. diretamente no sistema do Detran de cada estado.

Exame toxicológico

Esse é o maior programa de combate as drogas em nossas ruas e estradas. “Devemos sempre falar da importância do exame para a segurança no trânsito e, ainda mais, em meio à Maio Amarelo, mês de campanha nacional com este foco. A obrigatoriedade do exame é uma medida a favor da vida, uma vez que retira usuários recorrentes de drogas das nossas ruas e estradas, e a periodicidade do teste é fundamental para garantir a cobertura mínima necessária para eficácia da política pública.

Desde que entrou em vigência, a exigência já contribui para uma redução de 60% no uso de substâncias nas estradas, além de uma diminuição de mais de 40% nos acidentes envolvendo veículos pesados desde 2017″, acrescenta o presidente da entidade, Pedro Serafim.

Plataforma de consulta

Condutores com a CNH vencida ou próxima ao vencimento, podem, ainda, aproveitar o escalonamento tanto para renovar a carteira quanto para regularizar sua situação de exame toxicológico pendente, com um único teste.

Para contribuir com a informação precisa aos condutores das categorias C, D e E, a ABTox criou uma plataforma especial para que os motoristas possam verificar a situação do seu exame toxicológico. Nela é possível também encontrar o posto de coleta mais próximo. Basta acessar o link.

“Acreditamos que a perda do prazo por mais de 1 milhão de condutores seja devida à falta de um meio rápido e seguro para checar o status do seu exame toxicológico. Por isso, disponibilizamos de forma 100% gratuita este portal, para que possam consultar a situação da sua CNH e evitar sofrer penalidades”, conclui Serafim.

Os motoristas também podem conferir a situação de seus exames toxicológicos por meio da CDT, seguindo os passos abaixo:

● Acesse a área do condutor;

● Clique no botão “Exame Toxicológico”;

● Verifique se o prazo para realização está vencido;

● Em caso positivo, busque um dos laboratórios credenciados e faça a coleta para realização do teste.

LEIA MAIS: Painel do Diesel: São Paulo mostra variação de quase 1% em abril

Compartilhe nas redes sociais

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, entre com seu comentário
Por favor, entre com seu Nome aqui!