Minas Port inaugura dois novos armazéns no Porto do Açu

São 36.000m², sendo 12,8 mil m² de galpões e pátio dedicado de 14 mil m² para alavancar a movimentação de grãos e criar a sinergia entre os setores, duplicando a movimentação pelo T-MULT

Minas Port

O grupo Minas Port inaugurou na última quinta-feira (04), no Porto do Açu, Norte Fluminense (RJ), uma nova área de armazenagem, com investimento de mais de R$ 100 milhões.

São dois novos galpões de 6,4 mil m² cada, totalizando 12,8 mil m², com capacidade de estocagem de 70 mil toneladas, sendo 35 mil em cada um deles com foco no armazenamento de grãos (soja e milho). Além disso, uma nova área de 14mil m² estará pronta para armazenar diversos produtos, como combustíveis sólidos e matéria-prima para atendimento as Cimenteiras e Cales.

Instalado no porto-indústria, o Terminal Minas Port será responsável tanto pela movimentação de suas cargas de combustível sólido como também prestará serviços de armazenagem e transporte para clientes do setor agrícola. O embarque das cargas exportadas acontecerá pelo Terminal Multicargas (T-MULT) do Açu.

Em paralelo à inauguração dos armazéns, o Grupo Minas Port também está implementando um novo conceito de sinergia entre os setores: Agro, Fertilizantes, Indústria de Cimentos e Produtos Siderúrgicos além de consolidar a logística casada no Porto do Açu, que visa aumentar a produtividade via transporte rodoviário. A frota de caminhões da empresa entrará no Açu trazendo soja para estocagem nos galpões e fará a logística reversa do complexo portuário, levando combustível sólido e fertilizantes para distribuição principalmente em MG e GO.

Minas Port
Da esquerda para a direita: Rogério Zampronha, CEO da Prumo, Marcelo Marra, CEO do Grupo Minas Port, e Eugenio Figueiredo, CEO do Porto do Açu

Competitividade

A nova estrutura de armazenagem promete ampliar ainda mais a competitividade para a movimentação destas cargas.

Em uma mesma viagem faremos duas rotas, otimizando o transporte das cargas e reduzindo os custos de frete para os nossos clientes. Já os parceiros logísticos contam com um sistema robusto de automação, que foi desenvolvido pela companhia para agilizar todo processo que envolve descarga e carregamento de forma casada, aumentando de forma significativa sua eficiência operacional. Além desses fatores e para fechar de forma harmônica todo esse processo, será iniciada a construção da misturadora de fertilizantes no Porto do Açu”, explica Marcelo Marra, CEO do Grupo Minas Port.

O CEO ainda complementou que toda cadeia de importação e exportação será beneficiada, desde os produtores de grãos até o consumidor final. Além disso, destacou uma estimativa de quase 3 bilhões de reais que foram pagos em estadias de navios para atracação somente nos Portos de Santos e Paranaguá no ano de 2023. Já no Porto do Açu, os clientes irão dispor de uma janela contratada para atracação, reduzindo o altíssimo custo pago por toda cadeia pelo Demurrage dos navios.

Os dois novos galpões do Minas Port complementam a estrutura de atendimento para a oferta de mais serviços no T-MULT, que já conta com três armazéns cobertos, em operação desde 2023.

LEIA MAIS: Alexandre Baldy assume cargo estratégico na BYD Brasil

Compartilhe nas redes sociais

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, entre com seu comentário
Por favor, entre com seu Nome aqui!