BYD apresenta a picape híbrida Shark

BYD Shark
A BYD Shark será lançada, inicialmente, no mercado mexicano.

A primeira picape híbrida plug-in da BYD foi apresentada com o nome de Shark (que significa tubarão em inglês) no México. O modelo recebe a Plataforma DMO Super Híbrida Off-road. O modelo possui 840 km pelo ciclo NEDC (New European Driving Cycle, que mede os níveis de emissões). Sua autonomia puramente elétrica é de 100 km, ideal para deslocamentos urbanos e viagens de curtas distâncias rodoviárias, por exemplo.

Segundo o diretor de Design da BYD, Wolfgang Egger, a estética da caminhonete é inspirada em tubarões, misturando linhas futuristas com poder bruto. O veículo possui uma luz de LED que atravessa toda a frente, remetendo à boca aberta de um cação para proporcionar aspecto de agressividade. As laterais possuem linhas fluídas que refletem o movimento de um seláquio em águas profundas. Na traseira, uma luz inspirada na nadadeira de um tubarão.

Internamente, seu layout futurista foi desenvolvido por Michele Jauch-Paganetti, diretor de Design de Interior da BYD. Possui painel de instrumentos LCD de 10,25 polegadas e uma tela multimídia giratória de 12,8 polegadas.

BYD Shark
A BYD Shark ainda não possui previsão de lançamento no Brasil.

Como líder global em tecnologias de nova energia, a BYD permanece comprometida em criar soluções inovadoras para usuários em todo o mundo. Com a introdução de nossa primeira picape de energia limpa, a BYD Shark, estamos prontos para redefinir o cenário convencional das picapes a combustão por meio de tecnologia avançada, proporcionando aos usuários um estilo de vida caracterizado por oportunidades ilimitadas. A BYD está agora inaugurando a era da picape global de energia verde“, declarou Stella Li, vice-presidente Executiva da BYD e CEO da BYD Americas.

BYD Shark
As portas da picape podem ser abertas e fechadas por meio da tecnologia de chave digital NFC em smartphone.

Equipado com trem de força traseiro dedicado, sistema híbrido elétrico EHS e um motor de alta potência de 1.5T, atinge uma potência máxima de mais de 430 cavalos que é capaz de promover uma aceleração de 0 a 100 quilômetros é de apenas 5.7 segundos.

Aqui, vale um alerta aos clientes de veículos híbridos: os motoristas precisam usar o veículo corretamente, explorando ao máximo a sua motorização elétrica e deixando o motor diesel somente para completar trechos, como em longas viagens rodoviárias, por exemplo. Afinal, o peso da bateria tornará o consumo do combustível muito alto. Lembre-se que, além de pesar no bolso, a eletromobilidade tem vocação ambiental e este benefício não pode ser jogado fora por preguiça ou esquecimento em recarregar as eficientes baterias Blade do modelo.

A BYD Shark possui distância entre eixos de 3.260 mm.

A BYD Shark pode ajustar a distribuição de torque entre suas rodas dianteiras e traseiras em milissegundos por meio do sistema AWD elétrico, alinhando-se com o coeficiente de adesão ideal em diversas superfícies de estrada. A tecnologia DMO também ajuda na economia de combustível de 40%.

O modelo integra a Bateria Blade a um chassi de aço de alta resistência através da tecnologia CTC (cell to chassis). Em termos de segurança, observa-se um aumento de 22% na rigidez torsional do chassi, que melhora significativamente a dirigibilidade e a estabilidade, reforçando a confiabilidade em terrenos off-road.

BYD Shark
A BYD Shark é equipada com a plataforma DMO Super Híbrida Off-road.

A picape possui um sistema de suspensão independente Duplo A na dianteira e na traseira, equilibrando agilidade de direção e conforto dos passageiros. Construído sobre a arquitetura de tecnologia super híbrida DM, o modo de acionamento do motor abrange mais de 80% das condições de uso, permitindo uma viagem serena e suave.

Além disso, a BYD Shark oferece a função VTOL (vehicle-to-load), que transforma a caminhonete em uma “estação de energia móvel”, podendo servir como fonte de energia para diversos aparelhos.

Tecnologia inteligente

O design do interior da BYD Shark é assinado por Michele Jauch-Paganetti.
O design do interior da BYD Shark é assinado por Michele Jauch-Paganetti.

Por meio de comandos de voz, os usuários da BYD Shark poderão comandar funções de ar condicionado, controlar a reprodução de música, entre outras tarefas. A picape introduz a tecnologia de chave digital NFC, permitindo que os usuários acessem o veículo sem uma chave física, usando apenas um smartphone ou outros dispositivos inteligentes.

A aplicação da funcionalidade de heads-up display garante a projeção de informações com informações importantes para a condução sem que o motorista precise olhar para o painel, melhorando a segurança na condução. Além disso, o veículo incorpora uma câmera panorâmica ultra-wide-angle de 540 graus, permitindo ao condutor observar os arredores e a parte inferior do veículo, facilitando a seleção da melhor rota durante a condução off-road.

BYD Shark

Compartilhe nas redes sociais

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, entre com seu comentário
Por favor, entre com seu Nome aqui!