Cargolift Logística deve fechar ano com crescimento de 22%

Transportadora curitibana também prevê aumento de 27% no faturamento para o próximo ano

A Cargolift Logística, criada há 28 anos, celebrou neste domingo (11) a CargoFest. Segundo a empresa, a evolução da receita em relação ao ano anterior deve chegar aos 22% com faturamento de R$ 344 milhões, um resultado positivo devido principalmente ao forte investimento em tecnologia com sua plataforma digital colaborativa.

Neste segundo semestre de 2023, comparado com igual período do ano anterior, o crescimento da receita aponta para 27%, o que demonstra o ritmo da empresa com novos contratos prospectos.

Segundo o diretor financeiro da Cargolift, Rafael Mansur, destaca-a das demais no saturado ramo de transporte. “No Brasil para operar no transporte rodoviário basta ter um caminhão arrendado e por isso qualquer empresa pode fazer. É quase como uma commodity. Nós crescemos continuamente por conta dos investimentos em tecnologia, na racionalização de custos operacionais e na sustentabilidade, na criação de produtos inovadores e modelo de gestão focado em ‘Lean Logistics’ junto aos clientes e na garantia de competitividade e segurança, como o título de OEA (certificado de Operador Econômico Autorizado pela Receita Federal). Além disso, fazemos investimentos constantes em renovação de frota sustentável dentro do programa EcoCargolift, que mede as emissões de CO2 por contrato operado”, diz ele. 

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL

A Cargolift utiliza em suas operações uma plataforma colaborativa com inteligência artificial (I.A.), implementada em 2019 e já bem consolidada, atendendo 75% das quase 500 viagens diárias operadas pela empresa. A ferramenta é capaz de montar rotas otimizadas, convidar caminhões para atender as demandas, fazer o tracking, interagir com janelas de carga/descarga nos armazéns da operadora e ainda valorizar a meritocracia dos motoristas pela performance. Tudo isso ocorre sob o algoritmo que busca menor emissão de gases de efeito estufa.

Nossa visão sempre foi de superar expectativas dos clientes e parceiros de negócios e, ao longo desses anos, temos conseguido fazer isso com sucesso. Quando comparo a performance da Cargolift com os principais concorrentes, principalmente aqueles que publicam seus resultados na Bovespa ou revistas especializadas, fico orgulhoso porque nosso foco é na remuneração do capital dos acionistas e neste quesito estamos entre os melhores do Brasil”, comenta Markenson Marques, CEO da empresa. “Conseguimos isso em razão da estratégia correta visando sinergias operacionais e dos investimentos em tecnologia focada nos clientes, assim como pelo baixíssimo endividamento, o que protege nosso resultado quando ocorre elevação na taxa de juros.”

Cargolift em números

  • A empresa deve fechar o ano com crescimento de 22% no faturamento, de 283,7 milhões em 2022 para 344 milhões;
  • O crescimento previsto da receita para o mesmo período de 2023 é de 27%;
  • A Cargolift fecha 2022 com 528 funcionários, um crescimento de 15% nos empregos, e 13 filiais pelo Brasil;
  • A frota está sendo renovada com 40 caminhões focados em sustentabilidade.

LEIA MAIS: Livro conta a história da logística frigorificada no Brasil

Compartilhe nas redes sociais

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, entre com seu comentário
Por favor, entre com seu Nome aqui!