Pesquisa mostra bairros com os combustíveis mais baratos em São Paulo

Veja o bairro com o diesel mais caro de São Paulo em Abril

Os novos preços para a gasolina e o óleo diesel chegam as bombas dos postos de combustíveis de Brasília. A Petrobras anunciou o reajuste no valor da gasolina passou de R$ 3,86 para R$ 4,06 por litro. O valor do diesel passará de R$ 4,91 para R$ 5,61 por litro. O aumento percentual da gasolina foi de 5,18%. Já o do diesel foi de 14,26%. Sérgio Lima/Poder360 18.jun.2022

Pela primeira vez, o Panorama Veloe de Mobilidade vai começar a divulgar mensalmente os valores e alterações dos combustíveis em cidades brasileiras. A primeira destacada foi São Paulo, onde foram mapeados todos os bairros em abril de 2024.

O levantamento empregou informações amostrais dos preços de três combustíveis (gasolina comum, etanol hidratado e diesel S-10) ao longo dos últimos três meses. Os resultados apresentados revelam, para cada distrito e combustível o desvio (variação média) do preço médio cobrado em relação ao preço médio do município.

Gasolina comum

Em abril de 2024, o preço médio cobrado nos postos da capital paulista para abastecimento com gasolina comum foi de R$ 5,90 por litro – valor que representou um incremento de 0,4% em relação a março e uma alta acumulada de 10,3% nos últimos 12 meses.

Os cinco distritos com preços relativamente mais elevados, em relação à média do município, foram: Morumbi (+7,9%); Consolação (+4,5%); Jardim Paulista (+4,5%); Itaim (+4,4%); e Mooca (+4,2%). Já os cinco distritos que apresentaram preços relativamente mais baixos na comparação com a média municipal, foram: Cidade Líder (-6,9%); Cangaíba (-6,4%); Ponte Rasa (-5,6%), José Bonifácio (-5,4%) e Vila Jacuí (-4,9%).

Diesel S-10

No mês de referência, o preço médio do diesel s-10 na capital foi de R$ 6,04 por litro. O valor registrou discreta queda no comparativo mensal (-0,1%), em contraste à sua valorização acumulada de 4,8% nos últimos 12 meses.

A partir de dados do último levantamento (abril/2024), a diferença dos preços entre os distritos com maior e menor desvio foi de 28,5%, o que corresponde a R$ 1,50 por litro ou uma diferença de R$ 224,4 para cada 150 litros de abastecimento.

Os cinco distritos com preços relativamente mais elevados, em relação à média do município, foram: Jardim Ângela (+12,2%); Pedreira (+12,1%); Mooca (+10,7%); Vila Prudente (+10,6%) e Cambuci (+9,6%). Em contraste, os cinco distritos com preços relativamente mais baixos em relação à média municipal envolveram: Pari (-12,7%), Cursino (-8,1%); Jaguara (-7,8%), Belém (-7,6%) e José Bonifácio (-7,3%).

Acesse aqui na íntegra a última edição do Monitor de Preço de Combustíveis do Panorama Veloe de Indicadores de Mobilidade (abril/2024).

LEIA MAIS: Daimler Truck e Volvo se unem por digitalização do transporte

Compartilhe nas redes sociais

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, entre com seu comentário
Por favor, entre com seu Nome aqui!