Entidades de transportes repudiam atos de vandalismos no Distrito Federal

Entidades como CNT e ANTT manifestaram, em ofício, repúdio às ações de invasões e depredações de prédios públicos em Brasília (DF) no último domingo

Em ofício enviado ao presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, à presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Rosa Weber; ao presidente do Congresso Nacional, senador Rodrigo Pacheco; e ao presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira, o presidente da CNT, Vander Costa, manifestou na segunda-feira, 9, a sua solidariedade e indignação com os atos de vandalismo ocorridos em Brasília no domingo.

Na nota, Vander Costa, contestou as ações de manifestantes e expressou o seu apoio às instituições atacadas. “O Sistema CNT, formado pela Confederação Nacional do Transporte, pelo SEST SENAT e pelo ITL (Instituto de Transporte e Logística), une-se aos Poderes constituídos da República para demonstrar sua indignação e desprezo em relação aos atos antidemocráticos e golpistas em Brasília, e para reafirmar sua solidariedade e máximo respeito às instituições atacadas”.

Segundo o presidente da CNT, as destruições promovidas nas sedes dos Três Poderes representam verdadeiro menosprezo dos criminosos não só com a história, a cultura e o patrimônio do povo brasileiro, mas, fundamentalmente, com os valores republicanos mais caros — sendo o principal deles a democracia. Vander Costa afirma que o Sistema CNT repudia com veemência tais atos criminosos e se une às demais instituições democráticas do país no desejo de que a justiça seja feita, com a identificação e punição exemplar dos responsáveis conforme determina a Lei.

“De parte do Sistema CNT, além do repúdio a tais ações e de nossa solidariedade aos Poderes da República, colocamo-nos à disposição para auxiliar, no limite de nossas possibilidades, para a recuperação e restauração dos bens depredados, no desejo sincero do retorno mais célere possível da normalidade nos edifícios sede dos Três Poderes, patrimônio de todos os brasileiros”.

A ANTT também se posicionou contra os atos perpetrados em Brasília por meio de uma nota divulgada na segunda-feira, 9, em nome do Fórum de Dirigentes de Agências Reguladoras Federais.

Segundo a nota, “a invasão e depredação de prédios públicos são inaceitáveis e configuram total desrespeito à democracia e às instituições brasileiras”. A nota finaliza solicitando a responsabilização e punição dos manifestantes responsáveis pelas ações de vandalismo. “É preciso que haja responsabilização e que tais agentes sejam punidos com rigor, de forma que não ocorram mais ações como essas, que afrontam gravemente o Estado Democrático de Direito.

 

Compartilhe nas redes sociais

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, entre com seu comentário
Por favor, entre com seu Nome aqui!