Acompanhe a Editora Frota
Para prevenir o envio de spam, deixe este campo em branco.

 

Você está aqui

Produtos e Serviços | quinta-feira, 29/09/2016 10:22

ZF anuncia nacionalização das transmissões TraXon e 9AS EcoTronic

Ambas serão produzidas em São Paulo e chegam para automatizar veículos comerciais médios e semipesados

A ZF anunciou durante o IAA 2016, em Hannover, Alemanha, a nacionalização das transmissões automatizadas TraXon e 9AS EcoTronic.

A TraXon que já equipa vários modelos na Europa, está presente também no ZF Innovation Truck 2016, apresentado durante o evento. A 9AS EcoTronic foi desenvolvida sob medida para caminhões médios e semipesados, e irá complementar o portfólio que já contava com a transmissão mecânica de nove velocidades da marca, a Ecomid. Ambas serão produzidas na planta da ZF, em Sorocaba (SP).

“As transmissões serão nacionalizadas por terem um grande potencial de mercado para os próximos anos. A motivação veio do sucesso de participação das transmissões automatizadas no segmento de pesados e extrapesados, aliada à crescente demanda dos clientes para a extensão desta solução a outros segmentos”, comenta Wilson Bricio, Presidente da ZF América do Sul.

Do investimento de 100 milhões de reais anunciado em 2014 para a instalação da linha de montagem da AS-Tronic e que posteriormente passaria a produzir a TraXon, aproximadamente um terço destina-se agora aos investimentos necessários para localização da TraXon, como a aquisição de banco de testes dedicado, treinamentos, desenvolvimento de protótipos, etc.

“A capacidade instalada de toda cadeia automotiva é bem superior à realidade do mercado nacional. Na ZF a situação não é diferente, e por isso, grande parte dos investimentos foram voltados a alterações nas linhas produtivas existentes, que são altamente adaptáveis ao recebimento de produtos com um conteúdo tecnológico maior, como a TraXon e a 9AS EcoTronic”, diz.

A outra transmissão a ser nacionalizada é a automatizada EcoTronic, que consumirá um investimento adicional de até 5 milhões de reais, por utilizar basicamente a mesma linha flexível da sua versão manual de nove marchas.

As previsões para 2025 apontam que 70% das vendas no Brasil serão de veículos comerciais equipados com transmissões automáticas ou automatizadas, uma prova de que as empresas de transportes estão cada vez mais adquirindo seus bens pensando no custo total do ciclo de vida do produto, ao invés de somente no investimento de aquisição. 

Deixe seu comentário