Acompanhe a Editora Frota
Para prevenir o envio de spam, deixe este campo em branco.

 

Você está aqui

Caminhões | quinta-feira, 17/08/2017 03:37

“Uber dos Caminhões” cresce 714% com safra recorde do agronegócio

CargoX projeta ultrapassar R$ 24 milhões de faturamento no Mato Grosso
CargoX projeta ultrapassar R$ 24 milhões de faturamento no Mato Grosso
A CargoX, startup mais conhecida como “Uber dos Caminhões”, se beneficiou com o aumento do PIB da agropecuária em 13,4% no primeiro trimestre do ano e a safra recorde do agronegócio e cresceu 714% no período. A empresa, que tinha como previsão realizar 504 operações dentro setor, prevê bater a marca de 3.600, até o final do ano.
 
Esse momento de crescimento é resultado, também, da recepção positiva do mercado sobre a solução apresentada pela startup, que conecta cargas e transportadoras que, por sua vez, se unem com uma base de caminhoneiros autônomos com mais de 150 mil profissionais. 
 
O trabalho da operação é baseado em tecnologia e utilização de dados, desta forma, a empresa consegue atuar de maneira otimizada, e utilizando a ociosidade dos caminhões. Com isso, ela consegue preços mais baixos do mercado para os embarcadores e melhores remunerações para os caminhoneiros. 
 
“Nós temos em nossas mãos os dados das safras, dos deslocamentos dos caminhoneiros e também da necessidade dos embarcadores, assim, casamos as informações e possibilitamos economia, agilidade e segurança em uma só plataforma” detalha o CEO e fundador da empresa, Federico Vega.
 
Neste ano, a companhia abriu mais 3 filiais no estado do Mato Grosso, uma das principais regiões do agronegócio brasileiro, em um investimento perto de R$10 milhões. Para o executivo, a forte crescente do mercado é a retomada da economia brasileira e isso irá refletir em diversas setores do mercado. 
 
“As empresas não estavam prontas para crise e sentiram ela, agora, elas se prepararam para uma possível recuperação, então quem estiver pronto, com um produto bem estruturado irá seguir esse momento positivo”, conclui. 
 

Deixe seu comentário