Acompanhe a Editora Frota
Para prevenir o envio de spam, deixe este campo em branco.

 

Você está aqui

Conjuntura | sexta-feira, 15/09/2017 02:26

Secretário afirma que governo não tem mais condições de gastar com rodovias

Hailton de Almeida diz que União pretende privatizar 40 mil km de rodovias federais para reduzir custo de pedágios
Hailton de Almeida afirma que União pretende privatizar 40 mil km de rodovias federais para reduzir custo de pedágios
O governo federal pretende conceder à iniciativa privada 40 mil quilômetros de rodovias federais. Foi o que informou na última quinta-feira (14) o secretário de Desenvolvimento de Infraestrutura do Ministério do Planejamento, Hailton Madureira de Almeida. Ele afirmou que a União não tem condições de investir mais nas estradas do país.
 
Segundo o secretário, atualmente há cerca de 10 mil km de rodovias administrados pela iniciativa privada e o país tem potencial de concessão de 50 mil km. A ideia do governo e licitar os cerca de 40 mil restantes a partir do ano que vem. Para isso, será necessário um estudo prévio.
 
"O usuário vai ter uma rodovia bem mantida e o governo vai gastar menos", disse Almeida.
 
O profissional destacou que a pasta terá o cuidado de implantar um sistema de concessão que não onere tanto o usuário das rodovias. "O que a gente imagina é um sistema parecido com a concessão feita em grandes cidades, com tarifa reduzida dos pedágios", conclui.
 
Fonte: G1

Deixe seu comentário