Acompanhe a Editora Frota
Para prevenir o envio de spam, deixe este campo em branco.

 

Você está aqui

Empresas | terça-feira, 26/09/2017 03:01

Jamef investe em ações de integridade e moderniza ferramenta de comunicação

Empresa criou novo formato para seu Código de Ética para reforçar a prática e orientar colaboradores
Empresa criou novo formato para seu Código de Ética para reforçar a prática e orientar colaboradores
A Jamef Encomendas Urgentes, empresa de transporte de cargas fracionadas, acaba de investir em mais uma ferramenta de comunicação. A transportadora está consolidando seus procedimentos éticos e comportamentais por meio do Canal de Ética e Conduta, que incentiva a cultura do bom costume e da transparência.
 
A ferramenta, controlada pela empresa ICTS, dissemina não somente os princípios éticos que norteiam o trabalho dos colaboradores e suas relações, mas também a conduta que cada integrante da empresa deve preservar para conservar a qualidade dos serviços e das relações sociais.
 
A diretora de Gente & Gestão da Jamef, Tania Moura, destaca o novo manual de conduta da empresa. "Utilizando as orientações desse canal manteremos um relacionamento com ainda mais confiança e respeito com nossos colaboradores, clientes e parceiros. Somando boas atitudes, nossa empresa será sempre um lugar melhor para todos, na qual fortaleceremos dia a dia o orgulho de estar e pertencer”, diz. 
 
Com o slogan "Seu exemplo, nosso orgulho!", a campanha contou com a participação dos colaboradores que são exemplos em integridade e postura para divulgar, por meio das peças de comunicação interna, a atualização do seu código de ética e conduta e valorizar seus talentos e bons exemplos.
 
“Estamos atentos e focados em nossa missão, visão e valores e, consequentemente, no zelo com os colaboradores e stakeholders. Por isso, criamos um canal que pudesse hospedar o nosso código de ética com todas as práticas que contribuem para as ações de conduta correta, visando credibilidade, bons resultados e revigoramento das relações saudáveis, éticas e transparentes”, conclui Moura.

Deixe seu comentário