Acompanhe a Editora Frota
Para prevenir o envio de spam, deixe este campo em branco.

 

Você está aqui

Infraestrutura | quinta-feira, 06/04/2017 02:44

Investimento em transporte não teve avanço em 2016

Ministério dos Transportes aponta recurso equivalente a apenas 0,27% do PIB
Ministério dos Transportes aponta que investimento não passou de R$ 17.087 milhões
 
O Ministério dos Transportes apontou, com a divulgação do relatório "Transportes 2016", que os investimentos de infraestrutura no setor de transportes não passaram de R$ 17.087 milhões, o que representa apenas 0,27% do PIB, estimado em R$ 6,3 trilhões.
 
O investimento do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) não passou de R$ 8.964 milhões, ou seja, 0,14% do PIB. Foram investidos em rodovias R$ 8,5 bilhões, equivalente a 0,13% do PIB. 
 
O maior gasto, de R$ 5,5 bilhões, destinou-se à conservação de rodovias. Cerca de R$ 1,8 bilhões foram empregados na adequação de capacidade de rodovias existentes e R$ 1,2 bilhões (0,02% do PIB) para novas construções. Ao todo, foram feitos 119 km de rodovias, deste número 27,3 km são vias duplicadas.
 
No total, foram entregues nove empreendimentos, totalizando 235,4 km, sendo duas empresas de construção de rodovias, cinco de pontes e duas de travessias ou contornos.
 
Os postos Integrados Automatizados de Fiscalização (PIAF) não saíram do papel. O DNIT limitou-se a aprovar 11 obras básicas e a realizar estudos de viabilidade para outros 17 projetos. 
 
Os investimentos privados das concessionárias atingiram R$ 2,5 bilhões. Os Termos de Ajuste de Conduta (TAC) assinados entre a ANTT e as concessionárias possibilitaram a conclusão de 409 obras até 2016.
 
Foi lançado em 2016, o Programa de Parceria de Investimentos, que prevê concessões de onze projetos, sendo quatro aeroportos, dois terminais portuários, duas rodovias e três ferrovias.
 
Fonte: NTC&Logística

 

Deixe seu comentário