Acompanhe a Editora Frota
Para prevenir o envio de spam, deixe este campo em branco.

 

Você está aqui

Negócios | terça-feira, 11/07/2017 05:34

Empresas brasileiras de autopeças estudam iniciar operações nos Estados Unidos

Visita das fabricantes ao país mostrou potenciais clientes, parceiros e locais de instalação
Visita das fabricantes ao país mostrou potenciais clientes, parceiros e locais de instalação
As empresas brasileiras de autopeças Megacast, Duofiber, Nova Tecnologia e Eurocontainers visitaram, entre os dias 24 e 28 de junho, o estado de Ohio, nos Estados Unidos, para avaliar as possibilidades de iniciar operações no país, que detém da maior base instalada de empresas do setor. 
 
A missão, idealizada para abrir o mercado norte-americano para as autopeças brasileiras, fazendo com que elas se tornem menos dependentes da economia e dos fabricantes de veículos no Brasil, visitou as empresas da região de Dayton e Cincinnati, consideradas as principais locomotivas da indústria de manufatura nos Estados Unidos.
 
“Abrimos um novo horizonte para nossos negócios”, disse o CEO da Duofiber, empresa que fabrica proteção acústica e térmica para automóveis, Maurício Grosso. Para ele, Ohio oferece condições irresistíveis para a instalação de empresas brasileiras no Estado. 
 
O CEO da Revestcar, Rogerio de Paula e Silva, explica que a possibilidade foi vista com bons olhos durante a participação no evento. “Tivemos palestras e seminários sobre assuntos relacionados a regularização de cidadania, vistos e green card, contabilidade e abertura de empresas, disponibilidade de mão de obra local, linhas de crédito e ainda possíveis locais para instalações, parceiros logísticos, clientes e fornecedores”.
 
Segundo o representante da Dayton Coalition, empresa de autopeças americana, Mitch Heaton, o parque automobilístico brasileiro não pode mais depender somente dos fabricantes nacionais. “É hora de explorar o mercado dos Estados Unidos, o maior do mundo, que vende 17.5 milhões de carros anualmente, com 2.6 milhões de empregos e com fábricas de praticamente todas as montadoras mundiais”, disse.
 
Para Jahnna Reader, da autopeças Redi (Cincinnati), Ohio também oferece financiamento a custos subsidiados, mão-de-obra especializada e a custo competitivo, assessoria na busca, compra ou aluguel de espaços industriais e, principalmente, apresentação a fornecedores da indústria automotiva.
 

Deixe seu comentário