Acompanhe a Editora Frota
Para prevenir o envio de spam, deixe este campo em branco.

 

Você está aqui

Logística | terça-feira, 12/07/2016 11:02

DHL implanta solução logística para a Duracell na América Latina

Empresa fará gestão da cadeia de distribuição desde a origem na China e EUA até os consumidores no Brasil, Chile, México e Panamá
DHL

A DHL, empresa do ramo logístico, é a responsável pelo projeto E2E (end-to-end) da Duracell na América Latina. Desde o início de março, a Duracell, até então marca de pilhas da P&G, passou a operar de forma independente como uma nova empresa: a Duracell Company.

A marca foi comprada pela Berkshire Hathaway, fundo de investimento de Warren Buffett, que a transformou em uma empresa de energia portátil, com foco em pilhas alcalinas, pilhas recarregáveis e carregadores.

O planejamento do projeto logístico da Duracell Company teve início em junho de 2015, abrangendo Brasil, Chile, México e Panamá e começou a operar em março de 2016. De acordo com João Prada, diretor de operações da DHL Supply Chain, “apresentamos a Duracell uma solução abrangente – desde a fabricação até o distribuidor -, integrada para a América Latina e com grande flexibilidade na operação”.

De forma geral, o processo logístico se inicia com a importação dos produtos – são mais de 70 itens entre pilhas e baterias – a partir da China e dos Estados Unidos. Em seguida, os produtos são enviados aos Centros de Distribuição da DHL. No caso brasileiro, o Centro de Distribuição é localizado em Guarulhos, próximo ao Aeroporto de Cumbica e ao porto de Santos. Terminado esse processo, os produtos são enviados aos distribuidores.

Gráfico da operação

Com o processo de transporte rodoviário, última etapa da cadeia, a DHL atingirá os clientes da Duracell no Brasil.

Deixe seu comentário