Acompanhe a Editora Frota
Para prevenir o envio de spam, deixe este campo em branco.

 

Você está aqui

Infraestrutura | segunda-feira, 18/12/2017 02:26

Depois de décadas de espera, trecho paulista da BR-116 ganha duplicação

Última etapa da obra, de 10,5 quilômetros na Serra do Cafezal, será entregue ao tráfego amanhã

Depois de mais de 50 anos de espera, a sonhada duplicação do trecho paulista da Rodovia Régis Bittencourt (BR-116), chega ao seu final. A Arteris, concessionária da via, entrega amanhã (19/dez) ao público a última etapa da obra, o trecho de 10 quilômetros localizado entre os municípios paulistas de Miracatu e Juquitiba.

A cerimônia irá contar com a presença do Ministro dos Transportes, Maurício Quintella Lessa, do Diretor-Geral da ANTT(Agência Nacional de Transportes Terrestres), Jorge Bastos, do Ministro Chefe da Secretaria Geral da Presidência, Wellington Moreira Franco e do presidente da Arteris, David Díaz.

O trecho é parte dos 30,5 quilômetros que passam pela Serra do Cafezal, considerado o mais perigoso daquela estrada e palco e incontáveis acidentes por muitas décadas. A duplicação terá um papel fundamental na melhoria do tráfego da região, levando benefícios para todos os usuários da rodovia.

São 39 obras de arte de engenharia (pontes e viadutos) e quatro túneis, que já se integram à topografia da região e facilitarão o escoamento de produtos entre o Sul e o Sudeste do País, e entre os portos de Santos (SP) e de Paranaguá (PR).

Deixe seu comentário