Acompanhe a Editora Frota
Para prevenir o envio de spam, deixe este campo em branco.

 

Você está aqui

Cooperativismo | segunda-feira, 11/12/2017 02:42

Cooperativas de Transporte de Cargas esperam crescimento de 14% em 2017

Resultado das receitas é resultado do modelo de negócio adotado pelo setor, segundo a OCB

As Cooperativas de Transporte de Cargas (CTCs) deve encerrar o ano com um crescimento da ordem de 14,2% nas receitas. E de 5% e 3,5%, na ampliação da frota e do volume de carga, respectivamente, segundo informou a OCB, Organização das Cooperativas Brasileiras. Com base nessa performance, a entidade já projeta uma expansão do faturamento no exercício de 2018 de cerca de 22,7%.

Os bons resultados para as CTCs, mesmo após três anos de recessão do setor de transporte de cargas, refletem o modelo de negócios em que o cooperativismo está inserido, segundo a OCB, baseado na autogestão das empresas e no compartilhamento da estrutura entre as cooperativas.

Somente em 2016, essas cooperativas foram responsáveis pela circulação de aproximadamente 428 milhões de toneladas de cargas, com uma movimentação econômica de R$ 6 bilhões por ano e um importante papel no escoamento da produção, graças a uma frota de mais de 30 mil veículos.

“O crescimento do número de clientes que contratam as CTCs é resultado do reconhecimento da profissionalização dos cooperados e dos investimentos realizados em segurança e garantia de carga, além de inovação”, conta Abel Paré, coordenador nacional do Conselho Consultivo do Ramo Transporte da Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB).

Deixe seu comentário