Acompanhe a Editora Frota
Para prevenir o envio de spam, deixe este campo em branco.

 

Você está aqui

Carreira | quinta-feira, 18/05/2017 12:57

CNT e Sest Senat assinarão acordo internacional para a oferta de novos cursos

Novas qualificações para profissionais do setor estarão relacionadas à eficiência energética
Novas qualificações para profissionais do setor estarão relacionadas à eficiência energética
 
A Confederação Nacional do Transporte (CNT), o Sest Senat, o Ministério dos Recursos Naturais do Canadá e o Conselho Internacional de Transporte Limpo, assinarão no dia 23 de maio, em Ottawa, no Canadá, um Acordo Internacional de Cooperação Técnica para o desenvolvimento e implementação de cursos relacionados à eficiência energética.
 
Voltadas para os profissionais do setor de transporte de cargas e passageiros, as novas qualificações serão ofertadas pelo Sest Senat com foco nas frentes estratégicas de condução econômica, gestão de frotas e gestão de combustível. As certificações serão conjuntas com os órgãos canadenses. “É um acordo de grande importância. Sem dúvida, ele mudará o patamar dos nossos cursos”, ressalta o presidente da CNT e dos Conselhos Nacionais do Sest e do Senat, Clésio Andrade. 
 
Tanto o Sest Senat quanto a CNT realizam, por meio do Despoluir – Programa Ambiental do Transporte, diversos trabalhos para incentivar os transportadores a promover ações de gestão ambiental. O treinamento de motoristas para a condução econômica é fundamental para estimular a eficiência energética dos veículos.
 
“A proposta da Confederação Nacional do Transporte é trabalhar para a construção de um Programa Nacional de Eficiência Energética no Transporte Rodoviário, que estimule as empresas a adotar medidas para reduzir o consumo de diesel, principal insumo do setor”, destaca o diretor-executo da CNT, Bruno Batista. 
 
Segundo a diretora-executiva nacional do Sest Senat, Nicole Goulart, o Ministério dos Recursos Naturais do Canadá capacitará instrutores da entidade até o final de 2017. “Até dezembro deste ano já queremos ofertar turmas-piloto dos novos cursos. Os materiais didáticos serão adaptados para a realidade brasileira e personalizados para sua aplicação em cursos a serem ministrados pelo Sest Senat”, finaliza Goulart. 
 
Fonte: Agência CNT de Notícias
 

Deixe seu comentário