Acompanhe a Editora Frota
Para prevenir o envio de spam, deixe este campo em branco.

 

Você está aqui

Produtos e Serviços | quinta-feira, 17/08/2017 04:12

BASF testa nova tecnologia capaz de proteger arranhões em veículos

Clearcoat iGloss recupera 90% da deformações e melhora em 25% a aparência dos transportes
Clearcoat iGloss recupera 90% da deformações e melhora em 25% a aparência dos transportes
A BASF apresentou um estudo de caso relacionado ao primeiro uso de sua tecnologia iGloss®, clearcoat resistente a arranhões. A apresentação aconteceu na América do Norte durante a 29ª Conferência anual SURCAR.
 
Um fabricante global de equipamentos originais automotivos (OEM) adotou a tecnologia iGloss em uma das suas fábricas de produção norte-americana, para ajudar na obtenção de uma proteção duradoura em seus veículos. O cliente verificou que a resistência a arranhões e a aparência melhoraram mais de 25% com o uso da novidade.
 
Segundo o diretor da divisão de Tintas da BASF, Marcos Fernandes, a operação de tintas automotivas para a América do Sul está 100% preparada para atender futuras demandas desta tecnologia. “Estamos trabalhando em negociações comerciais com os fabricantes para que os consumidores possam, em breve, contar com o clearcoat iGloss”, explica. 
 
A tecnologia iGloss da BASF usa uma química diferente para o clearcoat, que combina o acabamento flexível, elástico e a alta resistência à intempérie dos componentes inorgânicos com a resistência superior aos arranhões, das nanopartículas inorgânicas de natureza vítrea.
 
O iGloss não apenas repara arranhões menores, mas também oferece uma maior resistência a eles e também às intempéries. As propriedades químicas exclusivas permitem uma alta retenção de brilho no veículo, mesmo após inúmeros ciclos de exposição a arranhões e testes de ação acelerada do tempo, que apresentaram condições extremas de temperatura e radiação.
 
Apesar da composição única do iGloss, ele pode ser aplicado com as linhas de pintura OEM existentes, sem a necessidade de grandes mudanças.
 
Para mais informações sobre a tecnologia, clique aqui

Deixe seu comentário