Acompanhe a Editora Frota
Para prevenir o envio de spam, deixe este campo em branco.

 

Você está aqui

Empresas | terça-feira, 24/10/2017 04:12

Artesp apresenta projeto para instalar áreas de descanso para caminhoneiros

Proposta visa implantar quatro espaços, também com postos de serviços, em cada trecho do Rodoanel Mário Covas
 Proposta, que será exibida em audiência pública, busca implantar quatro espaços que tenham também postos de serviços, um em cada trecho do anel viário
A Artesp (Agência de Transporte do Estado de São Paulo) apresenta nesta terça-feira, 24, em Audiência Pública na sede do DER, o projeto de concessão para implantação de quatro áreas de descanso para caminhoneiros com postos de serviço ao longo de todo o Rodoanel Mário Covas (SP-021). A proposta prevê a instalação de um espaço em cada trecho do anel viário (Leste, Oeste, Sul e Norte). A previsão é de que a consulta pública ocorra ainda este ano.
 
A concessão prevê que o privado realize investimentos e mantenha a estrutura adequada e com qualidade ao longo do contrato. Além da área de descanso para os caminhoneiros e infraestrutura para abastecimento de combustíveis, os locais terão de oferecer serviços mínimos obrigatórios, como, por exemplo, apoio de borracharia, auto elétrico e mecânica, área de alimentação e loja de conveniência. 
 
No perímetro específico das áreas de descanso para caminhoneiros haverá um pátio iluminado com segurança patrimonial 24 horas, monitoramento por câmeras, portaria para controle de entrada e saída e pontos de energia elétrica para cargas refrigeradas. Além disso, haverá tanque para lavagem de roupas, sala de descanso, refeitório, telefone público e serviço de internet gratuita.
 
O modelo de concessão permitirá ainda que o vencedor da licitação, além dos serviços mínimos previstos no edital, desenvolva empreendimentos com finalidade associada, como implantação de pequenos centros de compras, área para lazer, hospedagem e outras atividades capazes de gerar receita adicional.
 
A ideia é que o Estado disponibilize áreas para os investidores. Os terrenos identificados como aptos a receber os postos de combustíveis foram selecionados com o trabalho desenvolvido por técnicos da Dersa, Cetesb e ARTESP.
 

Deixe seu comentário