Acompanhe a Editora Frota
Para prevenir o envio de spam, deixe este campo em branco.

 

Você está aqui

Mercado | sexta-feira, 20/10/2017 02:42

Anfir vende dois mil implementos rodoviários durante a Fenatran

Segundo a entidade, a feira consolidou o movimento de recuperação do setor, que espera comercializar cerca de 1.200 produtos nos próximos meses
O balanço da participação das 23 empresas associadas à Associação Nacional dos Fabricantes de Implementos Rodoviários (Anfir) na edição 2017 da Fenatran foi positivo. “A Fenatran consolidou o movimento de recuperação que a indústria está experimentando nos últimos meses”, avalia o presidente da entidade, Alcides Braga. 
 
Durante o evento as empresas associadas à Associação realizaram negócios nos segmentos de leves e pesados. No setor Pesado (Reboque e Semirreboque) foram comercializados aproximadamente 2 mil produtos. Além disso, são esperados para os próximos meses a venda de cerca de 1.200 implementos na sua maioria para caminhões.  “Desde o primeiro dia todos perceberam que essa Fenatran seria diferente”, diz Braga. “O ambiente de negócios estava mais forte o que permitiu a realização de tantos negócios”, completa. A finalização das vendas deverá ocorrer nos próximos meses.
 
Além dos produtores de implementos rodoviários, a presença da entidade se completa com as empresas fabricantes de componentes. A estimativa entre as associadas nessa categoria é a de ter fechado negócios da ordem de R$ 17,5 milhões. O volume corresponde a pedidos tirados durante o evento somados aos negócios que serão consolidados nos próximos meses, mas que tiveram origem na própria feira.
 
“A visibilidade fornecida no evento ajudou várias empresas a trabalhar melhor sua imagem buscando se consolidar como marca perante o mercado”, explica o diretor Executivo da Anfir, Mario Rinaldi. Em todos os stands ocupados por empresas associadas à Anfir o movimento de busca de informações e negociações foi bastante elevado. “Não podemos comparar com outras edições porque estamos saindo de uma crise profunda mas sem dúvida alguma o saldo para todos os participantes é positivo”, conclui Rinaldi.

Deixe seu comentário